post

Curtindo o Carnaval 2017 na capital paulista

Apesar das datas oficiais de Carnaval serem 24 e 28 de fevereiro, as festas de Carnaval começam no dia 17 de feveireiro e se estende até o dia 5 de março. Mas o que fazer para curtir o Carnaval na capital paulista? Em que festas ir? Confira o que a gente tem de sugestões para você aproveitar ao máximo o feriadão festivo em Sampa:

1. Blocos de rua

Os blocos de rua estão com tudo em São Paulo. A tradição tem ganhado cada vez mais força. Se antes reuniam-se cerca de 300 blocos, a previsão para 2017 é que esse número passe para a casa dos 500. A programação atualizada para 2017 deve ser divulgada após 17 de janeiro com os locais a serem percorridos por cada um.

2. Desfiles das Escolas de Samba

Se você sonha em ver de pertinho um desfile de escola de samba, diretamente no Sambódromo do Anhembi, o Carnaval 2017 pode ser a sua chance de realizá-lo. A venda de ingressos para o Carnaval 2017 começa às 12h do dia 16/01/2017 nas bilheterias do Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo.b Os preços variam entre R$ 90 a R$ 190 (arquibancada do Grupo Especial) e R$ 370 a R$ 2.420 (cadeiras e mesas de pista do Grupo Especial). Você também pode comprar o ingresso e ver mais informações sobre o Desfile das Escolas de Samba de Sâo Paulo no site da LigaSP. Outra ideia é participar também dos ensaios das escolas de samba, é diversão garantida pré-Carnaval.

3. Baladas de Carnaval

Outra opção para quem quer aproveitar o feriadão de Carnaval na cidade de São Paulo é investir em uma boa balada carnavalesca. Confira a programação dos principais clubes da cidade para escolher qual festa faz mais o seu estilo e se programar para curtir muito a noite paulistana. Tem festas para todos os estilos, inclusive até mesmo baladas de rock que são democráticas para quem não curte muito o tradicional samba desse tipo de festividade.

4. Bailes de carnaval em São Paulo

Além dos desfiles, blocos de rua e baladas, você também pode pular o Carnaval em um típico Baile. Os eventos contam com as tradicionais marchinhas, fantasias ou máscaras e muita diversão. Alguns possuem também opções de matinês para você aproveitar o Carnaval durante o dia e feijoadas para combinar samba e comida boa.

E é claro, não vamos deixar de lado aquela sacanagem que todo brasileiro merece (dicas de entretenimento)

Felizmente, não faltam opções para aproveitar o feriado de Carnaval em São Paulo festando e se divertindo. Aproveite! Bom Carnaval!

post

Como aproveitar São Paulo sem gastar muito

Viajar nem sempre precisa ser um sinônimo de gastos excessivos. São Paulo é uma cidade de alto custo em geral, mas é possível visitá-la e aproveitá-la sem gastar horrores. Confira nossas dicas e aproveite sua viagem sem apertar o orçamento ou gastar mais do que você pode.

1. Fique em um hostel

Uma das coisas que mais encarece a viagem é a hospedagem. Atualmente existe vários hostels em São Paulo que são bons, bonitos e baratos, e ainda por cima são bem localizados, o que permite que você curta o dia e a noite paulistana sem gastar demais.

2. Aproveite os museus com passeios gratuitos

O MASP, por exemplo, tem entrada gratuita às terças feiras. Outros passeios culturais gratuitos incluem o Itaú Cultural, o Centro Cultural Fiesp e a Casa das Rosas.

3. Visite a Avenida Paulista inteira

A avenida queridinha dos paulistanos tem atrações para todos os gostos, indo desde compras das mais baratas às mais sofisticadas e também dezenas de atrações culturais, conhecer a Paulista é praticamente uma obrigação de quem vai à cidade. Ir a São Paulo e caminhar pela Paulista é grátis e vale muito a pena.

4. Conheça o Mercado Municipal

Visitar o Mercado Municipal também é uma opção gratuita, você só vai gastar o que consumir por lá. Tem muitas frutas e quitutes para você saborear São Paulo da maneira mais econômica possível.

5. Visite o Theatro Municipal

Entre as atrações gratuitas da capital de SP está o Theatro Municipal. Com arquitetura e design inspirados na Ópera de Paris, o passeio vale a pena nem que seja só para admirar a beleza arquietetônica dessa construção.

6. Curta o dia no Parque do Ibirapuera

O Parque mais visitado de São Paulo possui 1,6 milhões de m² e é uma excelente ideia para quem quer curtir a cidade em um lugar mais verde, tranquilo e quem sabe até mesmo fazer um piquenique, que tal?

7. Veja São Paulo do alto

No Edifício Altino Arantes, também conhecido como “Banespão” é possível curtir uma vista panorâmica de 360 graus da cidade. O local fica aberto de segunda a sexta, das 10h às 15h, com entrada gratuita.

8. Admire a história e a beleza da Catedral da Sé

Localizada no centro da cidade de São Paulo, a Catedral representa muito para a história de São Paulo e sua cultura. Vale a pena visitar e aprender um pouco mais sobre a capital nesse passeio.

Além dessas dicas, para economizar, procure restaurantes fora de zonas turísticas, compre sua passagem antecipadamente, evite ir de carro apra não precisar gastar com estacionamento e compare preços de transporte para gastar menos. Em São Paulo você tem a opção de andar de metrô, um método mais barato para quem deseja percorrer longas distâncias na cidade. Boa viagem e aproveite!

post

O setor de turismo no Brasil

O Brasil é um país muito rico em paisagens naturais. Diferente de outros lugares que precisam de construções suntuosas para atrair os turistas, no Brasil, o que a natureza nos oferece já é de tirar o fôlego de qualquer um sem muito esforço.

Infelizmente, uma série de problemas trava o turismo nacional, fazendo com que não só os turistas estrangeiros excluam o país de seus roteiros como também empurra o turista brasileiro para outros destinos mais baratos, práticos, mais seguros e com mais estrutura.

Um dos grandes empecilhos do turismo nacional é a falta de estrutura e opções para os trajetos. Rodovias mal conservadas e perigosas, com intenso tráfego de caminhões, desanimam o turista que gosta de dirigir até seus destinos. Passagens aéreas caríssimas e um serviço que nem sempre traz o mínimo de conforto e bem estar para seus clientes também é um fator que faz com que muitas pessoas optem por sair daqui e curtir as férias em outros locais.

Outro ponto problemático é a falta de investimento em estrutura. Os hotéis, principalmente os menores, precisam ser malabaristas para conciliar a alta e a baixa temporada e sobreviver em meio a tantos impostos e a crise. Sem falar na falta de estrutura nos mais diversos pontos turísticos do Brasil.

Além disso, no Brasil, ainda fala-se pouco e muito mal o Inglês e o Espanhol, que seriam as línguas mais necessárias para receber os turistas no Brasil. Muitos turistas acabam indo para outros lugares por saberem que aqui a comunicação é mais difícil.

Apesar de todos os freios que o nosso turismo recebe, felizmente o turismo ainda é significativo e atrai muitas pessoas do país e do mundo, mas é incontestável o fato de que pelo seu potencial, poderia estar lucrando muito mais nesse setor, criando muito mais empregos e trazendo mais investimento para o nosso território.

Infelizmente, o setor hoteleiro recebe pouco incentivo e o país também não é muito lembrado no exterior. Frequentes histórias de violência no país também assustam turistas locais e estrangeiros. Quantas vezes você já deixou de ir a algum lugar por aqui por ter medo de assaltos, por exemplo?

É importante que lutemos para mudar essa realidade, que exijamos mais políticas de incentivo e mais investimentos nesse setor. O país tem potencial para se tornar muito mais importante no turismo mundial e deixar de ser um gigante nanico e realmente assumir uma posição que condiz com o tamanho e potencial de suas terras.

O brasileiro é um povo muito acolhedor, somos ótimos anfitriões, amigáveis e divertidos, totalmente acessíveis e sempre dispostos a ajudar nossos visitantes. Então por que continuamos sendo tão esquecidos pelo mundo quando se trata do turismo?

Locais de clima e vegetação semelhantes como a Tailândia e a Austrália recebem muito mais turistas que o Brasil e são considerados potências turísticas, pois estão muito mais preparados para receber os turistas do que nós. Devemos cobrar mais do governo para que nosso turismo seja levado mais a sério e que consigamos atingir o real potencial do país nesse sentido.

Tem tanta coisa linda nesse país, cada cantinho – um mais especial que o outro – que o mundo precisa ver, nós precisamos ver!

post

Albergues disputados em Santa Catarina

Santa Catarina é um dos estados mais bem cotados por suas praias no Sul do Brasil. É destino certo de verão para os sulistas, atraindo turistas também do Paraná e de Santa Catarina. Não é à toa que seus destinos fazem tanto sucesso, as praias são lindas e bem organizadas e as cidades tem atrações para todos os tipos de público.

Se você está planejando visitar o estado, vale a pena conferir a seguir algumas opções de hostel nas principais cidades de Santa Catarina.

Hostels em Florianópolis

Um dos hostels mais bem avaliados de Floripa é o Hostel Da Terra que possui quartos compartilhados e um ambiente bem aconchegante e cool. A cidade também conta com o Floripa Hostel (http://floripahostel.com.br/), o Che Lagarto (https://www.chelagarto.com/pt/component/chelagarto/hostels/19-hostel-florianopolis.html) e o Geckos Hostel (http://www.geckoshostel.com/pt-br/). Floripa tem lindas praias e muitas paisagens incríveis para você aproveitar. Definitivamente vale a pena fazer um passeio por lá, curtir a natureza e fazer amizades com o pessoal do hostel escolhido para sua hospedagem.

Hostels em Blumenau

Blumenau, uma cidade brasileira repleta de herança cultural, gastronômica e arquietetônica trazida pelos imigrantes alemães e sede oficial da melhor Oktoberfest do Brasil é um destindo incrível para quem gosta de apreciar boa comida e boas cervejas sem precisar sair do país. Lá você pode se hospedar no Stamm Hostel, na Blau Hause, na Pousada do Galdino ou em uma das inúmeras pousadas que atendem bem os turistas todos os anos.

Hostels em Joinville

Você pode curtir uma temporada na cidade de Joinville, também representante das cidades de grande concentração de imigrantes alemães, no hostel da Hostelling International, o Joinville Hostel. Além de todas facilidades e amenidades do hostel, eles oferecem também um aluguel de bicicletas para passeios na cidade ou até mesmo passeios rural. A zona rural de Joinville é muito rica em belezas naturais e merece um pouco da sua atenção também.

Hostels em Balneário Camboriú

A cidade praiana mais badalada por suas festas e vida noturna também tem boas opções de hospedagem barata para você aproveitar o local sem gastar muito. Alguns dos hostels onde você pode ficar são o Postive Hostel, o Kasa Hostel Resto Bar, o Little Hostel Balneário Camboriú e o BC Paradise Hostel.

Seja onde for que você escolher ficar, pode ter certeza que sua trip para SC será inesquecível. Com tantas belezas naturais e paisagens de tirar o fôlego, você sempre ficará com um gostinho de quero mais. Aperte os cintos e aproveite a jornada nesse belo estado do Sul!

post

Os 5 melhores hostels de São Paulo

Uma das formas mais econômicas e divertidas de se conhecer e visitar uma cidade é ficando em um hostel. Em geral, o ambiente é amigável e você acaba fazendo muitos contatos e até mesmo amizades, além dos preços serem muito mais em conta, o que facilita para quem quer viajar sem gastar muito e torna viagens para cidades com alto custo um pouco mais possíveis.

Confira a seguir os cinco hostels mais disputados e bacanas da cidade de São Paulo:

1. Sampa Hostel

Site: http://sampahostel.com.br/
O Sampa Hostel está localizado em uma área cheia de energia no coração da Vila Madalena em SP. Possui quartos individuais, coletivos, duplos, casal e família, e portaria 24h. Além disso, os arredores do hostel possuem muitos bares, baladas, restaurantes e galerias de arte, ideal para quem quer fazer uma viagem divertida em São Paulo.

2. Vila Madalena Hostel

Site: http://www.vilamadalenahostel.com/
O Vila Madalena hostel está localizado a 10 minutos do Metro Fradique Coutinho, no bairro Pinheiros, também próximo à Vila Madalena. Possui recepção 24h, wifi grátis e até lockers para você guardar seus pertences em segurança. As acomodações são de 4, 8 e 12 camas em dormitórios mistos. Os banheiros são coletivos, mas sempre mantidos bem higienizados para os seus hóspedes aproveitarem bem a estadia.

3. Beats Hostel

Site: http://www.beatshostelsaopaulo.com/
O Beats é ideal para quem quer curtir São Paulo no coração da cidade. O hostel está localizado na Avenida Paulista e seu bar fica aberto até a meia noite. Possui acomodações compartilhadas e espaçoes públicos para você socializar bastante durante sua visita à Sampa. E ainda conta com café da manhã e wifi inclusos.

4. Okupe Hostel Jardins

Site: http://www.okupehostels.com.br/jardins/pt/
O Okupe faz esquina com a badalada Oscar Freire, no bairro Jardins, além de estar a poucos minutos da Avenida Paulista, o que faz dele um dos hostels mais bem localizados na capital Paulista. O bairro conta com muitas opções de compras, bons restaurantes, cafés e bares. O hostel oferece cerce de 100 vagas de hospedagem, distribuidas entre acomodações compartilhadas e privativas.

5. Ô de Casa Hostel

Site: http://odecasahostel.com/pt/
Esse é um hostel um pouco menor, com apenas 16 vagas de hospedagem entre quartos coletivos e privativos. Está localizado na Vila Madalena a poucos passos da zona de bares para você curtir a vida norturna paulistana. O Ô de casa é um ambiente ideal para estadias mais longas ou hospedagem de grupos, por ser um pouco menor e mais tranquilo. O wifi é gratuito e os quartos possuem frigobar.

Aproveite o melhor de São Paulo sem gastar muito e faça amizades se hospedando nos melhores hostels da capital.

Como fazer sua reserva no hostel

Recebemos bastante comentários dos leitores, e resolvemos atualizar este post para incluir duas informações importantes.

A primeira, sobre as melhores ferramentas para bookar hostels.

Atualmente, recomendamos o HostelWorld para isso, pois ele está presente na maioria dos albergues pelo mundo.

Além dele, você também consegue encontrar hostels em sites como Booking.com ou até mesmo o Airbnb, que apesar de não terem o foco específico nesse tipo de hospedagem, também podem quebrar um galho.

Um dado importante: no Airbnb, você tem a opção de mandar mensagem direto para o proprietário do Hostel, ou seja, se quiser negociar um desconto (que esse blog ensina bem como fazer), possivelmente esta é a melhor ferramenta para isso.